Call to action
MENU

A Lei de Deus

Para ler, estudar e meditar

Êxodo 20. 1-17; Salmo 115.3; Mateus 5.17- 20; Romanos 7.7-25; Gálatas 3.23-29

Deus governa por meio de leis. A natureza tem leis que mantém a sua perfeita ordem e, estas leis, são as maneiras de Deus estabelecer a ordem em seu universo. Elas anunciam Sua vontade, que está acima de tudo, sua soberana vontade.

Deus não segue nenhuma lei fora de Si mesmo, Deus não segue leis que outros possam ter criado. Deus é a sua própria Lei. Todas a leis partiram do Senhor para organizar as coisas criadas por suas mãos. Deus faz sempre as coisas certas, de acordo com Seu perfeito caráter moral.

Assim como o Senhor faz sempre o que é certo, ele também deseja que façamos o que é certo. Por isso Deus criou leis para que o homem seguisse e vivesse um padrão moral, e criou também as punições aos que não seguissem esse padrão. A Sua lei é o padrão supremo de Justiça. Deus sendo Soberano e Criador, tem toda autoridade para impor obrigações sobre suas criaturas.

A Lei de Deus é única, mas com bases morais, sociais e cerimoniais. Os judeus a chamam de "Torá" que quer dizer em Hebraico: Lei, ensinamento. A Torá são os cincos primeiros livros da Bíblia: Gêneses, Êxodo, Levítico, Número e Deuteronômio. Por isso também receberam o nome de Pentateuco.

A parte moral da Lei tem como base o perfeito caráter de Deus. Por ser o caráter Divino a base, a lei moral nunca mudará, porque Deus não muda (Mal 3.6). Umas das leis com bases morais contidas na Torá é os Dez Mandamentos, escritos pelos Seus próprios dedos e entregue a Moisés (Êxodo 20; 31.18; Deut. 5.22). Nos Dez Mandamentos encontram os princípios de toda a Lei.

As partes sociais da lei foram criadas por Deus para organizar a nação de Israel e por isso são exclusivas desta nação. Muitos dos princípios sociais (casamento, bens pessoais, herança, leis criminais...) por todo mundo são semelhantes a elas.

As partes cerimoniais da Lei eram baseadas em cerimônias que simbolizavam a presença de Deus e a obra salvadora do Messias. As cerimônias da lei apontavam para vinda de Jesus e sua obra. Os símbolos destas cerimônias foram cumpridos em Jesus, o Messias, e se tornaram desnecessárias praticá-las.

A parte social e cerimonial da Lei de Deus se tornou a cultura de Israel.
Os seres humanos, assim como tudo o que Deus criou, não podem fazer e nem seguir leis feitas por si mesmo.
A Bíblia ensina que pecado é não guardar a sua Lei (1º João 3.4), portanto nós somos dependentes da lei de Deus. Quando nós guardamos a sua lei, demonstramos que o amamos (João 14.15).

Avaliação

1. Por que a Lei de Deus é perfeita?

 2. A Lei de Deus permanece até hoje?